titulo

SustentHabilidade

Opinião e realizações

sexta-feira, 8 de março de 2013

Todos querem ser Chávez: or erros do Rio na disputa pelos royalties do petróleo.

VR Online Service :: Play :: 2013-03-07 08_15_24

Acima, o áudio do nosso comentário de ontem na coluna "RioGrandedoNorte.net" do Jornal de 96 (Natal/RN).

Abaixo, o link para o artigo em O Globo em novembro de 2012, mas mais atual do que nunca:

http://oglobo.globo.com/blogs/petroleo/posts/2012/11/24/royalties-os-erros-do-rio-476381.asp

sexta-feira, 1 de março de 2013

Chega de bancos privados! #Radical

Na semana que vem FECHAREI inapelavelmente todas as contas e cancelarei todos os cartões que possuo em bancos privados (notadamente Itaú Personnalité, Bradesco Prime). 

Enchi de vez o saco das "políticas de segurança" que só funcionam CONTRA o cliente (senhas, códigos, tokens, limites de saque etc) que visam apenas impedir que vc use o seu próprio dinheiro. 

Enchi também de ser otário de plantão ao quem se impingem altas taxas e reiterados "erros de lançamento" de pequeno valor (o suficiente para desencorajar o cliente a entrar na Justiça pelo ressarcimento).

Por fim, como muitos, me enchi também com os atendimentos online que "falham" sempre contra o cliente; dos gerentes que não têm poder para decidir nada e atuam apenas como vendedores baratos de planos e serviços (quase implorando para você "dar uma força" e comprar algo de que não necessita); e dos call centers irritantes e ineficientes que insistem em descumprir solenemente as regras mínimas da atividade.

Ficar sem banco? Se pudesse eu ficaria, mas não dá.

Então, a partir da próxima semana, fecharei os olhos e ouvidos às belas propagandas bucólicas com mensagens de qualidade de vida, conforto, sustentabilidade, eficiência etc e aos belos cartões com letras douradas com ofertas de serviços existentes apenas nos folhetos e passarei a usar apenas os bancos federais - considerados "banco de pobre" mas que ao menos têm menos gana para tomar o nosso dinheiro em troca de nomes estrangeiros pseudo-impressionantes que te fazem sentir rico mas na verdade te tratam é como otário mesmo.

Não pretendo polemizar ou induzir ninguém, mas apenas alerto para que, como eu, vcs cobrem do seu banco e gerente eficiência verdadeira e liberdade/qualidade de movimentação bancária que te façam sentir proprietário do seu capital e não defensor contumaz dele CONTRA um banco que quer vorazmente tomá-lo a qualquer custo e propaganda.
.