titulo

SustentHabilidade

Opinião e realizações

terça-feira, 18 de outubro de 2011

FESTA PARA O SETOR ENERGÉTICO DO RN



Cerca de 300 pessoas compareceram ao evento que marcou a inauguração oficial do CERNE (Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia) e do escritório do IBP para os estados do RN, CE e PB.  Com a cooperação, o escritório regional do IBP funcionará na sede do CERNE. As instalações incluem uma midiateca para discussão e concepção de projetos e uma sala de visualização geográfica. 



 A sala é dotada de computadores com telas gigantes e acesso online a mapas atualizados, onde será possível conceber, elaborar e simular empreendimentos nas áreas de energia e recursos naturais. O secretario geral do IBP, Alvaro Teixeira elogiou as instalações e afirmou que a vinda para Natal foi estratégica, pois o Estado é o maior produtor de petróleo em terra do Brasil.  “A ideia é fazer de Natal, juntamente com o CERNE que atua em outros tipos de energia, uma espécie de centro de energia para toda a região que é conhecida como norte do nordeste”, afirmou.



Entre os presentes ao evento,  representantes do primeiro escalão estadual e da capital, prefeitos de vários municípios potiguares,  deputados e vereadores,  além de  representantes de empresas e instituições como PETROBRAS, INCRA-RN, INCRA-PB, FIERN, POTIGAS,  de mantenedores  do CERNE e empresários dos setores de energias renováveis , petróleo e gás natural. 


Durante a comemoração, CERNE e REDEPETRO assinaram um protocolo de cooperação, visando o desenvolvimento das empresas e instituições envolvidas com a cadeia produtiva de petróleo, gás, biocombustíveis e energia no Rio Grande do Norte.  A REDEPETRO reúne, atualmente,  119 empresas e 12 instituições nas áreas de petróleo, gás natural, biocombustíveis e energia.  


Outro ponto alto do evento foi o anúncio de que o Rio Grande do Norte deve sediar este ano dois grandes eventos nacionais ( um na área de petróleo e gás, e outro de energia eólica). Os eventos anunciados foram o Congresso e Feira Brasil Onshore (especializado em operações terrestres de petróleo e gás) e o Fórum Nacional Eólico (evento político-econômico voltado para o desenvolvimento da energia eólica no Brasil).  



Para o diretor-geral do CERNE,  Jean-Paul Prates, a realização desses eventos em território potiguar, a assinatura do acordo de cooperação com a REDEPETRO e a chegada do IBP ao RN comprovam a força crescente do setor energético do RN, frente aos outros estados brasileiros. “Todas essas realizações são resultado de um trabalho sério, um trabalho constante, realizado não só por mim, mas por toda a diretoria do CERNE, visando agregar para fortalecer, buscando valorizar a mão-de-obra local, aprimorar os fornecedores locais e aumentar a oferta de qualificação especializada.  Dessa forma, além do crescimento econômico, o RN pode passar de importador para exportador de mão-de-obra qualificada para o setor energético”, finalizou.



Nenhum comentário:

.