titulo

SustentHabilidade

Opinião e realizações

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Jean-Paul no All About Energy 2011

Jean-Paul Prates, diretor geral do CERNE (Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia) e ex-secretário de Energia do RN, vai ser um dos moderadores do ALL ABOUT ENERGY  2011, um dos maiores eventos de energias renováveis do país
O evento vai acontecer de 6 a 8 de julho em Fortaleza, e pretende  reunir num mesmo ambiente Governos, Instituições Públicas e Privadas, Empresas Nacionais e Internacionais atuantes em toda a cadeia produtiva das distintas fontes renováveis: Solar, Eólica, Bioenergia e Biocombustíveis, Hidroelétricas e PCHs, entre outras alternativas energéticas. O objetivo é fortalecer a rede de contatos e negócios,  estabelecer parcerias estratégicas e promover a cooperação para o desenvolvimento.
Jean-Paul foi o escolhido em função de ser, hoje, reconhecidamente, um dos maiores especialistas no Brasil, em se tratando de energias renováveis e não renováveis.
Ele será o moderador no Painel: Indústria Eólica Brasileira – Desafios para a Competitividade. O painel será formado por representantes de parques eólicos, fabricantes de equipamentos,  instituições ligadas ao Meio Ambiente (MMA e CONPAM), instituições financeiras ( BNDES e FINEP), da UFPE e da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica).
Os temas da edição deste ano do All About Energy são financiamento, política tributária e incentivos, mercado comercialização e contratos, logística e competitividade, sustentabilidade e economia do carbono, eficiência energética e novas tecnologias, Smart Grid e Supervisão Inteligente, Geração Distribuída.
O Brasil é o maior mercado mundial de energias renováveis, de acordo com o relatório divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente PNUMA, uma vez que tem os melhores e maiores recursos para uma matriz energética menos agressiva para o Meio Ambiente. O país é um dos poucos que gera atualmente mais de 80% de toda a eletricidade a partir de fontes renováveis de energia e conseguiu atrair 90% dos novos investimentos do setor da América Latina.

Nenhum comentário:

.