titulo

SustentHabilidade

Opinião e realizações

quinta-feira, 4 de março de 2010

Governo Federal atende ao pedido do RN e dá mais prazo para as eólicas

O Ministério de Minas e Energia atendeu ao pedido do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, bem como dos segmentos eólico e de biomassa, e prorrogou o prazo de inscrição para o leilão de reserva do segundo trimestre para 15 de abril, mais de um mês além o limite inicial que iria expirar na segunda, dia 08.

O presidente da EPE, Maurício Tolmasquim, levou em conta o fato de que os empreendedores estão em vias de aperfeiçoar os projetos para torná-los mais competitivos para a disputa e poderiam precisar de um prazo maior do que o previsto, especialmente em face de novas exigências documentais feitas pela entidade que organiza o edital do leilão.

Lauro Fiúza, presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica, entidade que também oficializou pedidos de adiamento dos prazos, reconheceu que as companhias conseguirão maior eficiência dos parques a fim de fazer frente diante das fontes concorrentes no certame que deve ser promovido em junho (o leilão envolverá também pequenas centrais hidrelétricas e biomassa).

Empresas como Bioenergy, Chesf e CPFL também afirmaram que ainda estão estudando os melhores projetos a serem cadastrados no leilão, inclusive apostando em plantas que não saíram vitoriosas no final do ano passado.

Mais uma vez, o Governo do Estado do RN sobressaiu-se como líder nacional nas iniciativas em favor do bom desenvolvimento das energias renováveis no Brasil propiciando aos investidores condições favoráveis, sustentáveis e perenes para o sucesso dos projetos localizados no Estado.

Veja aqui o oficio da Secretaria de Energia do Governo do Estado, que solicitou a medida aprovada: http://bit.ly/d01rrT.

Nenhum comentário:

.