titulo

SustentHabilidade

Opinião e realizações

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Comentários sobre o RN no Leilão Eólico

O Leilão de Energia de Reserva proveniente da fonte eólica corou o Estado do Rio Grande do Norte como sendo o Estado campeão na quantidade de parques eólicos a ser implantados no Brasil, e também na quantidade de energia que disponibilizará para o consumo.

Do total de 753 Megawatts médios vendidos, o Rio Grande do Norte foi o primeiro colocado com 286 MW médios. Isto corresponde afirmar que serão implantados 23 parques totalizando uma capacidade instalada de aproximadamente 657 MW.

Para se ter uma idéia da grandiosidade do potencial eólico do Rio Grande do Norte, esse número representa 60% da energia eólica do PROINFA (programa do governo que em 2004 incentivou as fontes alternativas com parques ainda em fase de implantação).

O ranking da classificação pode ser visto no quadro abaixo:

Os municípios norte-riograndense que terão parques instalados com o resultado deste primeiro leilão são:

Estima-se que os investimentos demandados para a implantação desses parques são da ordem de três bilhões de reais, movimentando toda a indústria potiguar com fornecimentos associados, bem como a geração de inúmeros empregos com a construção civil, a montagem e a instalação desses parques.

Numa análise final, o número correspondente ao Megawatt hora vendido é baixo, levado para o patamar inferior por decorrência da participação de algumas estatais. Enquanto a média do Megawatt hora no Estado do Rio Grande do Norte ficou no patamar de R$ 150,00, houve parque adjudicado por R$ 131,00/ MegaWatt hora, isto no Rio Grande do Sul.

Compilação de dados e texto: Milton Duarte de Araujo, Consultor, Diretor da CASE Consultoria e Serviços Ltda.

Nenhum comentário:

.