titulo

SustentHabilidade

Opinião e realizações

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Diretoria da Petrobrás garantem início das operações da refinaria de Guamaré para 2010

A refinaria de petróleo do Rio Grande do Norte inicia suas operações em agosto de 2010, quando será inaugurada a planta de gasolina automotiva no Pólo Industrial de Guamaré. A informação foi dada hoje (14) à governadora Wilma de Faria pelo diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa. No encontro, que ocorreu na sede da empresa no Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (14), ficou definida para o próximo dia 12 de maio a data de apresentação oficial do cronograma de obras da nova refinaria de petróleo.

A nova refinaria será a 12ª a entrar em operação no país e a oitava maior do Brasil. A unidade vai custar cerca de R$ 340 milhões somente na primeira fase e deverá gerar 700 empregos diretos e até 5 mil indiretos nas indústrias satélites, bases, terminal e transporte.

"A refinaria de petróleo era um sonho antigo do Estado que está se tornando realidade. E o mais importante é que o seu projeto é viável e vai se concretizar em um curto espaço de tempo. A partir do próximo ano, já teremos a nossa tão esperada refinaria que vai gerar mais empregos e desenvolvimento para o Rio Grande do Norte", destacou a governadora.

A unidade de produção de gasolina automotiva será concluída em agosto de 2010 e se somará às plantas industriais existentes em Guamaré, onde são produzidos óleo diesel, querosene de aviação, gás natural, GLP e biodiesel. A capacidade de processamento do Pólo Industrial da cidade será de até 80 mil barris de petróleo por dia, maior que, pelo menos, quatro outras refinarias no país.

O óleo diesel produzido na nova refinaria da Petrobras no Rio Grande do Norte terá o mesmo padrão do combustível adotado pela Europa a partir de 2009. O produto será cerca de 36 vezes menos poluente do que o consumido hoje no Brasil. A unidade potiguar será uma das primeiras do país a produzir o diesel limpo e vai eliminar aquela fumaça preta das ruas e estradas.

Junto com a refinaria potiguar haverá investimentos na implantação de terminais de entrada e saída marítima de produtos na região de Guamaré, inclusive com a necessidade de construção de um duto de cerca de 15km que vai melhorar a logística e escoar a produção da usina.

Durante a audiência no Rio, a governadora estava acompanhada do secretário de Energia e Assuntos Internacionais do RN, Jean Paul Prates.

Nenhum comentário:

.