titulo

SustentHabilidade

Opinião e realizações

sábado, 24 de janeiro de 2009

Sexta-feira de progressos no Rio

O Secretário de Energia e Assuntos Internacionais do Estado do Rio Grande do Norte manteve nesta sexta-feira 23/JAN reuniões de acompanhamento de dois importantes projetos: o da Refinaria de Guamaré (Refinaria Potiguar Clara Camarão) e o do Centro de Excelência em Tecnologia de E&P de Petróleo em Terra (CTPET), no Rio.

Refinaria

O Secretário esteve reunido durante toda a manhã com a equipe gerencial e técnica da Diretoria de Refino e Abastecimento da Petrobras, finalizando a minuta de Termo de Compromisso para os investimentos, incentivos e incrementos relativos à Refinaria Potiguar. O Termo de Compromisso, cuja data de assinatura está sendo estimada para meados de fevereiro, deverá consolidar o processo de reconfiguração das instalações de Guamaré, incrementar sua capacidade de processamento e acrescentar a unidade de produção de gasolina automotiva.

Além disso, a Petrobras se compromete a analisar, conjuntamente com o Governo do Estado, as condições e requerimentos para processamento industrial da glicerina, subproduto da produção de biodiesel gerado nas unidades que já estão em produção em Quixadá (CE), Montes Claros (MG) e Cadeias (BA). A idéia é formar um quadrilátero de usinas de biodiesel, com a transformação das duas unidades experimentais do Pólo de Guamaré em
uma ou duas unidades industriais.

A proposta do Governo do Rio Grande do Norte é iniciar já os estudos para implantar, em Guamaré, também um pólo Glicero-químico, para reutilizar de forma sustentável a glicerina gerada pelas 4 plantas de biodiesel da Petrobras na região Nordeste, para fabricar biogasolina, aditivos, fluidos de perfuração, base para tintas, vernizes, fármacos, cosméticos, conservantes e detergentes.

Também será objeto do Termo de Compromisso a elaboração de análises técnico-econômicas, em conjunto com o Governo do Estado, para integração de matérias primas disponíveis na região (gás natural, calcário/cálcio, sal/sódio e enxofre) com vistas a instalar uma unidade industrial de fertilizantes, ou seja, especificar, orçar e viabilizar o empreendimento – que poderá ter participação de sócios privados do setor.


Além disso, o Seecretário certificou-se mais uma vez (já havia atuado neste sentido desde 28.NOV.08 quando havia temores de que a empresa cortasse os investimentos em refino) d manutenção dos montantes de investimentos relativos a Guamaré no novo Plano Estratégico da Petrobras (2009-2013), que foi anunciado oficialmente à tarde do mesmo dia.

Centro de Excelência Onshore

À tarde, o Secretário reuniu-se com equipe técnica de especialistas e pesquisadores especialistas em operações terrestres e na montagem de centros de excelência com base em fundos setoriais de Pesquisa & Desenvolvimento.

Foi elaborada uma versão inicial do projeto detalhado do Centro de Excelência em Tecnologia de E&P de Petróleo em Terra (CTPET), cujo projeto conceitual já foi submetido com sucesso ao Conselho da FINEP, em dezembro.

O projeto tem como objetivo a captação de recursos financeiros e a adesão dos diferentres atores (empresas, ICTs, instituições de ensino, associações, governos municipais, estaduais e federal, bancos e agências de fomento) visando a (i) estruturar o CTPET e dotá-lo de infraestrutura operacional; (ii) desenvolver tecnologias para equipamentos e serviços voltados especialmente para E&P em terra; (iii) suprir a demanda por Serviços Técnicos e Tecnológicos das indústrias do setor petrolífero, que atendam as exigências do mercado, tornando-as mais competitivas e com diferencial de qualidade e confiabilidade de seus produtos e serviços, e (iv) oferecer educação profissional nas regiões atendidas pelo projeto, viabilizando a ação didática por meio de soluções tecnológicas acessíveis e de fácil mobilidade, em atendimento as necessidades de pessoal qualificado para operação e manutenção, em todas as fases de Exploração & Produção.

O Secretário deseja apresentar a versão final ainda no fim deste mês, para prosseguimento do processo na FINEP e no CT-Petro (Fundo Setorial para Pesquisa alimentado pelos royalties do petróleo).

O projeto faz parte do Programa Estadual de Apoio ao Fornecedor Local da Indústria do Petróleo no RN (RN-Petro), cujo anúncio e apresentação deverão ocorrer em março e que se compõe do Centro de Excelência e Tecnologia, do Pólo Industrial do Oeste Potiguar e do Fundo de Investimentos para Fornecedores Locais, cujas iniciativas preliminares estão todas em pleno andamento.

Nenhum comentário:

.